Violência

Amazonas: onda de violência no estado já deixa 33 presos

09 de junho de 2021

Da redação

Onda de ataques no Amazonas incendeia duas viaturas policiais em Caapiranga. Já na capital, dois suspeitos foram detidos. Os ataques teriam ligação com a morte de um traficante durante operação da PM. Do Sputnik.

Delegacia de policia no centro de Manaus e vista após ter sido alvo de tiros durante um atentado reivindicado pelo crime organizado durante a manha desta segunda-feira, 7 de junho de 2021 – Foto – FOLHAPRESS / NELSON ANTOINE

Duas viaturas policiais foram incendiadas em Caapiranga, cidade localizada a 185 quilômetros de Manaus, em mais um episódio da onda de violência no Amazonas iniciada no último sábado (5), de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Na capital Manaus, a Polícia Civil prendeu dois suspeitos pelo incêndio de dois veículos no pátio de uma delegacia no último fim de semana. Segundo o UOL, já foram efetuadas 33 prisões relacionadas aos ataques que tiveram início após a morte de um traficante conhecido como “Dadinho” em uma ação da Polícia Militar (PM) que teria ligação com a facção Comando Vermelho.

Segundo a SSM-AM, não há registro de incêndios em Manaus desde a manhã de segunda-feira (7). Conforme informações de moradores da região, os autores do incêndio chegaram encapuzados pelo rio, jogaram combustível nos veículos e atearam fogo.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, atendeu a um pedido do governo do Amazonas e autorizou o envio de oficiais da Força Nacional ao estado para ajudar a conter os ataques.