Polícia

Procon autua Lojas Renner por suposta promoção na Black Friday;

29 de novembro de 2019

Da Redação

Circula nas redes sociais o vídeo de uma funcionária da Lojas Renner trocando as etiquetas de preço normais, brancas, de R$ 39,00 por outras etiquetas amarelas com o mesmo valor, como suposta promoção na Black Friday. O fato aconteceu nesta na quarta-feira (27/11). As informações são do Correio Brasiliense.

O consumidor e autor do vídeo registrou a denúncia e os fiscais do Procon foram até a loja, localizada em Criciúma (SC).

Reprodução- 180 graus

O gerente da unidade confirmou que a etiqueta amarela se trata de peças na promoção da Black Friday, mas que não havia fraude. Os fiscais conferiram que havia peças com o valor remarcado, como no vídeo, confirmando a denúncia.

A empresa terá 10 dias para se explicar. Se não convencer o Procom, a loja será multada e o valor pode ser de R$ 1 mil até R$ 6 milhões.

Pelo Twitter, como o assunto ganhou repercussão e muitos internautas estão questionando o ocorrido, a Renner está respondendo automaticamente para todos que “a etiqueta amarela sinaliza os produtos participantes da Black Friday, promoção que dá desconto de 20% nesses itens nas lojas físicas, no momento do pagamento”.

Em nota à reportagem, a marca disse que está preparando a resposta para enviar ao Procon de Criciúma dentro do prazo estipulado pelo órgão.

Veja na íntegra: 

“A Lojas Renner esclarece que a etiqueta amarela sinaliza os produtos participantes da Black Friday, promoção que dá desconto de 20% nesses itens nas lojas físicas, no momento do pagamento. A empresa informa ainda que está preparando sua resposta ao auto de infração emitido pelo Procon de Criciúma, que será apresentada dentro do prazo estabelecido por esse órgão.” 

Do 180graus.com