Energia Renovável

Piauí bate recorde na expansão de energia renovável

25 de maio de 2021

Da redação

O Piauí bateu recorde na expansão da geração de energia elétrica brasileira no primeiro trimestre de 2021, de acordo com os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O Piauí ocupa o primeiro lugar entre os três primeiros colocados que ajudaram a expandir a matriz elétrica brasileira, com destaque para a energia solar e eólica.

Foto – Divulgação

De acordo com a agência, foram ofertados 383 MW (megawatt) para energias com operações comerciais em todo o país, o Piauí gerou 190,35 MW. Em segundo lugar está a Bahia, com 155,40 MW, e em terceiro lugar está o Rio Grande do Norte, com 151,76 MW.

No campo da Geração Solar Fotovoltaica no Brasil, a Potência Fiscalizada, aquela considerada a partir da operação comercial da primeira unidade geradora, é outro destaque para o Piauí que, das 27 unidades federativas do país, é o primeiro colocado com uma Potência Fiscalizada de 1.033.758,00 kW (kilowatts) (31,37% do Brasil) com 29 plantas (0,67%) em operação e sendo uma delas a maior da América Latina.

Segundo o secretário de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis (Seminper), Howzembergson de Brito, esse resultado comprova os investimentos aplicados pelo Governo do Estado na área de energias renováveis.

“O Piauí, hoje, é destaque tanto na geração de energia solar quanto eólica, porque temos sol em abundância o ano todo, bem como ventos contínuos no litoral e nas regiões da Serra do Inácio, por exemplo. É feito ainda investimento na atração de empresas e no reforço dos linhões de transmissão. Então, todos esses esforços da Seminper, Semar e Sefaz vêm somar para que o Piauí se encontre na posição de destaque em nível nacional e mundial”, afirmou o gestor.

Com investimentos no Nordeste, a região vive um boom na geração e operação de energias renováveis, mesmo diante da pandemia da Covid-19. Com informações da CCOM.



Banner Marcelino piaui