Cadastramento

Secretaria realiza cadastramento de comunidades quilombolas e indígenas

01 de novembro de 2019

 

 

A população indígena da comunidade Serra Grande, município de Queimada Nova, agora terá mais facilidade de obter crédito rural com taxas de juros menores e prazos de pagamento maiores. Após o registro no Cadastramento Ambiental Rural (CAR) por técnicos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), as famílias vão poder registrar seus imóveis e fazer o licenciamento ambiental de suas atividades.

 

Reprodução

 

Essas vantagens animaram a cacique indígena da comunidade Serra Grande, Francisca Cariri. “Ficamos bastante satisfeitos por termos conseguido fazer o nosso cadastramento. Foi muito bom a equipe ter vindo aqui nos ajudar a fazer o CAR. Muitas comunidades como a nossa têm dificuldade”, destaca Cariri.

A equipe da Semar está em campo visitando esses povoados e alimentando a base de dados do CAR a fim de auxiliar as comunidades tradicionais.

O Piauí tem mais de 200 comunidades tradicionais entre quilombolas, indígenas e quebradeiras de coco. “Nossa meta para esse ano é visitar o máximo possível de povoados. O planejamento das visitas é participativo, feito em conjunto com a comunidade”, explica Grattyelle.

O CAR é um instrumento definido em âmbito nacional pelo Código Florestal com o objetivo de criar um registro de todos os imóveis rurais no país, integrando as informações ambientais em uma base de dados para viabilizar a regularização ambiental dos imóveis rurais e garantir o controle, monitoramento e combate ao desmatamento no Brasil.

Sem o cadastro, a comunidade fica impossibilitada de obter licenças ou autorizações ambientais e de comercializar sua produção, não podendo ainda, fazer transferência cartorária da propriedade, perdendo o acesso ao crédito e a aposentadoria rural.

 



Banner Marcelino piaui