Urna eletrônica. Foto – Reprodução – Meionorte.com

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, votará neste domingo, às 11 horas no Colégio Madre Savina, acompanhado da superintendente da Polícia Federal no Piauí, delegada Fabiana de Araújo Macêdo, com o objetivo de demonstrar a segurança e confiabilidade da urna eletrônica.

Ao reunir membros da Polícia Federal, Ministério Público Federal e servidores do TRE-PI durante o voto, o desembargador Sebastião Ribeiro Martins, reforçará a segurança, normalidade e legitimidade do pleito, missão institucional da Justiça Eleitoral.

As auditorias de urnas eletrônicas realizadas em cinco estados na semana passada, depois de queixas de eleitores, concluíram que não havia indícios de fraude na votação realizada no primeiro turno.

As fiscalizações foram realizadas nos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Piauí e Minas Gerais, entre pos dias 18 e 20 de outubro.

Elas atenderam a pedidos de eleitores e do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, que se queixaram de que a foto do candidato não aparecia na urna, ou que a votação fora encerrada sem que fosse pressionada a tecla “confirma”.

No total, foram auditadas 21 urnas, em procedimentos acompanhados pelo MPE (Ministério Público Eleitoral), OAB, partidos políticos e peritos da Polícia Federal e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), abertos ao público.

Os auditores verificaram os lacres das urnas, a integridade dos softwares e sistemas usados nos equipamentos, e, em alguns casos, repetiram a votação feita no dia do primeiro turno, para fazer a conferência dos votos registrados. A despeito dos relatórios finais, foram categóricos em descartar fraudes.

 

Fonte: Com informações de Meionorte.com