Economia

Crescimento do PIB do Piauí é 4 vezes maior que o do Brasil, aponta projeção

24 de maio de 2021

Da redação

O Piauí alcançará o segundo maior crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), entre as 27 unidades da Federação do Brasil, segundo projeção realizada pela MB Associados, empresa de consultoria que presta serviços na área de análise macroeconômica.

No levantamento, que considera o acumulado entre os anos de 2010 e 2022, o Piauí aparece com um crescimento de 34,5%, índice quatro vezes maior que a média nacional de 7,9%. O primeiro lugar do ranking é o estado do Mato Grosso, que aparece com 41,1%, no período citado. Os dados foram divulgados pelo site G1, da TV Globo.

O PIB é a soma das riquezas produzidas em nível nacional, estadual ou municipal. No caso do Piauí, o bom resultado reflete uma combinação acertada de fatores complexos. O agronegócio pujante, com foco na produção de soja, é um dos destaques na economia. Investimentos maciços em infraestrutura, com construção de estradas, pontes e outros equipamentos, também contribuem para o crescimento econômico.

A consultoria, de acordo com o G1, estima que as novas fronteiras agrícolas que foram surgindo, especialmente na região do Mapitoba (Maranhão, Piauı́, Tocantins e Bahia), ajudam a contar a narrativa de desenvolvimento desses estados. Para 2021, a projeção da MP é que o PIB do Piauí cresça 3,99%, o quarto maior índice do Brasil.

Destaca-se ainda o esforço do governo para garantir, mesmo em meio à pandemia mundial do coronavírus, investimentos em educação, inclusão social, além da atração de parcerias público-privadas para explorar potencialidades econômicas, nunca antes trabalhadas, como a geração de energia renovável, turismo, cultura, serviços, mineração e comércio.

O desempenho da economia piauiense reflete as medidas de âmbito social e político, para elevar o Índice de Desenvolvimento Humano do estado. A soma de esforços visa, fundamentalmente, crescer em oportunidades e qualidade de vida ao povo piauiense.



Banner Marcelino piaui