Descaso

Diretor de presídio envia oficio à Sejus relatando falta de comida para presos

27 de fevereiro de 2019

Da redação

 

Falta de comida e superlotação. É este o cenário retratado pelo diretor da Penitenciária de Bom Jesus, Ronald de Oliveira, em ofício encaminhado à Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). O documento, datado de segunda-feira (25) e assinado por Ronald, traz um apelo ao secretário Daniel Oliveira para que sejam tomadas providências no sentido de sanar as deficiências da unidade prisional e até mesmo para evitar a revolta dos internos e possíveis formações de motins.

No ofício, Ronald relata: “estamos sem o fornecimento de gêneros alimentícios, dentre eles carne, frango e demais frios e, mais ainda, alimentos não perecíveis”. O diretor continua: “atualmente estamos com uma lotação de 130 internos, dos quais supera nossa capacidade física que é de 76 internos em regime fechado”.

 

 


                                                                O ofício foi encaminhado à Sejus na segunda (25)

 

O diretor do Presídio de Bom Jesus reitera ainda que esses problemas “podem interferir nas [nossas] atividades diárias, pois a falta de alimentação pode gerar tumulto nos pavilhões”. O documento é finalizado com o pedido ao secretário Daniel Oliveira para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Procurada, a Secretaria de Justiça informou que as solicitações da direção do presídio foram atendidas e que, na data de hoje (27), o funcionamento da unidade de Bom Jesus já estava normalizado.

Fonte: Portalodia.com



piaui Banner Marcelino