Investigação

Policiais civis aprovados em concurso são investigados por fraude

25 de outubro de 2018

Da redação

Rubens Pereira considerou o teor de um Inquérito Policial do GRECO e teor de uma denúncia ofertada pelo Ministério Público.

 

Foto – Reprodução

O secretário de Segurança Pública do Piauí, Rubens Pereira, determinou a instauração de Processo Administrativo para apurar eventual vício ou ilegalidade nos atos de provimento e investidura de 16 policiais civis. As Portarias foram publicadas no Diário Oficial do Estado na última segunda-feira (22).

Para adotar a medida, Rubens Pereira considerou o teor de um Inquérito Policial do GRECO (Grupo de Repressão ao Crime Organizado) e teor de uma denúncia ofertada pelo Ministério Público Estadual.

Segundo o secretário, ao agentes da Polícia Civil teriam sido fraudulentamente investidos, vez que inexistiu aprovação válida e legítima. As aprovações teriam ocorrido por meio de fraude.

Rubens Pereira concedeu para a Comissão o prazo de 30 (tinta dias) prorrogável por mais 30 dias para conclusão dos trabalhos, partir da publicação da Portaria.

Nomes dos policiais envolvidos

ANDRÉ LUIS DE CARVALHO

ANTONIO LOPES DA SILVA JÚNIOR

JOSÉ CLODOMAR DE SABÓIA JÚNIOR

MARCELO FREIRE

MARIA DOS REMÉDIOS ALCÂNTARA SANTIAGO DE JESUS

REGIS CARLOS DE OLIVEIRA SOUSA

PRISCILA ALMEIDA LIMA SABÓIA

RODRIGO MOREIRA RODRIGUES

RICARDO ARAÚJO MESQUITA

PAULO ALBERTO MACHADO CERQUEIRA

THIAGO DA SILVA MACEDO

ALINE DE MIRANDA CARVALHO NOBREGA

ANDERSON VASCONCELOS DA NOBREGA

CYRO NASCIMENTO FONSÊCA

JEAN RIBEIRO DA COSTA

MARCOS FERNANDO DO CARMO NUNES

Fonte: Viagora



piaui Banner Marcelino