Novo Sistema

Sistema centraliza licitações e agiliza compras e processos da Saúde

03 de outubro de 2019

Da redação

O governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, lançaram, nesta quinta-feira (3), o Catálogo Geral de Materiais e Serviços da Sesapi – Sistema de Compras e Intenções de Demanda que tem por objetivo otimizar e dar celeridade ao andamento dos processos administrativos do órgão. O lançamento contou ainda com a presença de diretores de hospitais, entre outras autoridades.

 

Lançamento do Catálogo Geral de Materiais e Serviços da Sesapi – Francisco Leal

 

O Catálogo de Sistema de Compras já é utilizado no estado do Ceará, que realizou o compartilhamento de bancos de dados com o Piauí.  O catálogo de compras piauiense é composto de 76 mil itens. Com esta providência, a Sesapi dá um passo definitivo para a centralização das licitações, permitindo comprar com mais agilidade e menor preço. A construção do sistema foi realizada pela Agência de Tecnologia da Informação (ATI).

“Quando nós criamos o Consórcio Nordeste, um dos objetivos era essa integração entre os estados facilitando as condições de respostas e maior agilidade naquilo que interessa à população. Esse catálogo tem um conjunto de equipamentos e produtos que são necessários para o dia a dia de uma área como a Secretaria da Saúde. Vamos avançar para outras áreas e a partir daí facilitar a vida do gestor, que passa a ter um sistema mais econômico e ágil”, disse o governador.

Segundo Florentino Neto, o catálogo tem tudo aquilo que a Sesapi precisa comprar: medicamentos, material médico-hospitalar, órteses, próteses e material de expediente. “Ele vai nos permitir uma coleta rápida de preço e subsidiar os diretores de hospitais que vão cadastrar no sistema a demanda e nós faremos licitações gerais para todos os hospitais”, explicou o secretário.

De acordo com Antônio Torres, diretor da ATI, o processo de compras, hoje, dentro dos hospitais, demanda tempo e, às vezes, compra-se mal, com valores diferentes e quantitativos pequenos. “Estamos agora juntando intenção de compras em um volume maior que vai atender a todos os hospitais que estão dentro da rede que pode solicitar sua compra. O Estado vai ganhar na campanha escala em agilidade”, explicou Torres.



Banner Marcelino piaui