Investigação

MP investiga Valmir Barbosa por contratação irregular de empresa

17 de maio de 2019

Da redação

 

O promotor Itanieli Rotondo Sá, instaurou um inquérito civil para apurar irregularidades em contrato da prefeitura de Dom Expedito Lopes.

 

Foto: Facebook/Valmir Barbosa

 

De acordo com a portaria 43/2019-A, o MPPI considerou a notícia de possíveis irregularidades na contratação da empresa Eliane dos Santos Moura (J E ASSESSORIA). A contratação aconteceu em 14 de agosto de 2018, através de procedimento de inexigibilidade de licitação, sendo que a constituição da referida empresa se deu em 13 de agosto de 2018.

De acordo com o órgão ministerial, a proprietária da empresa não teria prestado qualquer serviço à Prefeitura de Dom Expedito Lopes.

“Oficie-se o Sr. Prefeito do Município de Dom Expedito Lopes, solicitando, nos termos do art. 26, inciso I, alínea ‘b’, da Lei n. 8.625/93, no prazo de 10 (dez) dias úteis, conforme o art. 8º, § 1º, da Lei n. 7.347/85, que preste informações acerca do relatado no ‘item 3’ do Ofício n. 060/2019 e encaminhe toda a documentação referente a contratação da empresa Eliane dos Santos Moura (J E ASSESSORIA) ”, determinou o representante do Ministério Público.

O MPPI decidiu ainda que: “Notifique-se a Sra. Eliane dos Santos Moura para que compareça a este Órgão Ministerial, no prazo de 10 (dez) dias, a fim de prestar informações acerca do relatado no ‘item 3’ do Ofício n. 060/2019. Picos-PI, 07 de maio de 2019”.

Outro lado

O Viagora procurou o gestor para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria o prefeito não foi localizado. O espaço está aberto para esclarecimentos.

Fonte: Viagora



Banner Marcelino piaui