Reforma da Previdência

Relator confirma voto para esta 3ª e diz que não cederá a categorias

02 de julho de 2019

Da redação

 

O relator da Reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), afirmou nesta 2ª feira (1º.jul.2019) que não vê necessidade de se fazer concessões na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) além das que já estão em seu relatório.

 

Samuel Moreira (PSDB-SP) disse que está ‘fora de questão’ adiar a leitura do voto complementar na comissão especial da reforma – Foto – Reprodução

 

Em chegada à reunião do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), com representantes da União dos Policiais do Brasil, Moreira disse que há setores que já estão bem preservados na proposta.

“Eu acho que não há necessidade, especialmente neste assunto que vamos discutir, de qualquer concessão, mas é bom discutir, debater”, ponderou.

Segundo o relator, setores como os de funcionários públicos já estariam atendidos na comparação com outras áreas. “Eu acho que as categorias do ponto de vista das áreas mais do setor público estão atendidas , não tem sacrifício. Eu acho que sacrifício é ficar desempregado.”

Voto complementar

Samuel Moreira também disse que está “fora de questão” adiar a leitura do voto complementar na comissão especial da reforma.

Na última 5ª feira (27.jun), o colegiado cancelou reunião para qual estava prevista a apresentação do novo voto.

Hoje, Moreira afirmou que isso será feito no encontro marcado para a manhã desta 3ª feira “acho que esta definido amanhã fazer a leitura do voto complementar”.

Para o deputado, a população demanda dos parlamentares uma resposta. Ele acredita que seus pares estão “muito conscientes de sua responsabilidade”.

 

Poder 360



piaui Banner Marcelino